E AGORA?

Depois de três meses e meio de confinamento o ano letivo chegou ao fim!!!

Se por um lado respiramos todos de alívio, pois já não temos de estar constantemente a ver se a ligação não cai, se estão nas aulas ou não, se fizeram tudo o que era suposto, a sermos interrompidos com “Mâeeeeeeee não percebo!” ou “Podes ajudar-me?” ou “Tenho fome!” ou ainda o clásssico “Podes só explicar-me o que é para fazer?” Vem um novo pânico…. E agora?

Para quem tem a possibilidade ou obrigação de não trabalhar, acabou de ganhar dois meses de férias onde provavelmente já está a pensar o que fazer para entreter os miúdos e mantê-los ocupados sem ser jogos, consolas e tablets.

Para quem tem de continuar a trabalhar ainda mais dificil de conciliar.

Como lidar com o novo normal?

Felizmente já é possível desconfinar, aos poucos e com todo o cuidado, claro, há uma série de actividades para ocupação dos tempos livres. E é aqui que entra o típico coração dividido de mãe, e pai também, será que é seguro? Será que os amigos também vão? Se eu me conseguir organizar talvez consiga conciliar tudo!

Esta ansiedade é perfeitamente normal, depois de todo este tempo a viver uma realidade completamente diferente, mas a verdade é que todos precisamos do nosso espaço e tempo individual e para socializar.

Os nossos filhos estão sedentos para estarem com outras crianças, eles precisam de brincar, de gritar, correr e saltar. E nós pais também, cada um ao seu modo, sem culpa, sem ses e tem que.

As famílias precisam de voltar a encontrar o seu equilibrio, sem juizos de valor, sem comparações, sem remorsos dentro das posssibilidades e consciência de cada um, devemos procurar o que nos faz bem!

#inessottomayor #coachinginfantojuvenil #coachingparental #kidcoaching #growcoaching #naescolatodossomosherois

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *