Dia da Mãe

Children give mother flowers. Family at home. Mothers day

A nossa viagem enquanto mães, é uma queda livre constante! Ás vezes adoramos a sensação, outras entramos em pânico.

Por mais cursos de preparação que se faça, por mais que as nossas amigas nos digam, e a nossa mãe nos aconselhe, nada mas mesmo nada, nos prepara para o turbilhão de EMOÇÕES e sentimentos que se geram simultaneamente e, como “máquina de lavar roupa”, se misturam todas cá dentro. Não há uma aviso prévio, apenas somos inundados ora por uma felicidade imensa, por incertezas e ataques de culpa, ora por raiva e frustração, inocência e carinho e tantas mais que se debatem dentro de nós!

Mas uma coisa não tenho dúvida, o AMOR que sentimos por aquele ser indefeso, assim que está dentro de nós, e que, como por magia, cresce mais e mais todos os dias, não havendo limite, é o que nos dá força para aguentar noites sem dormir, choros intermináveis, birras, aparentemente sem sentido, guerras entre irmãos, lutas para estudar, para comer e tomar banho, é o que permite ao nosso coração aceitar que eles prefiram estar com os amigos, o primeiro namoro, as saídas à noite e as loucuras daquele pequeno “adulto” em construção. É esse amor maior do que nós, que nos dá força para os deixar ir, viverem as suas vidas, e construírem as suas próprias famílias.

É esse amor que transborda, que nos faz sorrir quando, seja qual for a idade, vamos dar um beijo de boa noite, e na tranquilidade do sono, nos orgulhamos de tudo o que já crescemos, eles e nós.

Obrigada à minha mãe por me ter ensinado tanto e por me ter deixado voar, obrigada aos meus filhos por me ajudarem todos os dias a querer ser melhor e a ver o melhor em cada um!

Feliz Dia da Mãe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *